segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Maestro Pedro Paulo Mandelli morre aos 84 anos

Músico foi um dos fundadores da extinta Osca e maestro da Banda Marcial do Cristóvão

Um dos fundadores da extinta Orquestra Sinfônica de Caxias do Sul (Osca), que deu origem à Sociedade de Cultura Musical (atual Orquestra Sinfônica da UCS), o maestro Pedro Paulo Mandelli morreu nesta segunda-feira, aos 84 anos, em Salvador (BA). De acordo com o músico Léo Mandelli, neto do maestro, Mandelli encontrava-se hospitalizado há cerca de duas semanas, quando adquiriu um ferimento no osso da perna resultante de um acidente com uma moto que caiu sobre ele durante um evento público.


— Ele estava bem de saúde, mas pegou uma infecção hospitalar e não resistiu — conta o neto.

Mandelli morava há três anos na capital baiana com a filha Sônia. No próximo dia 31, caso não tivesse se acidentado, viria a Caxias participar de um concerto em comemoração aos 45 anos da Banda Marcial do Colégio Cristóvão de Mendoza. Fundada em 1965, a banda foi reformulada em 1978 por Mandelli.

Em 1982, o grupo chegou a ganhar um título nacional no concurso da extinta Rádio Record. Ele foi regente da banda do Cristóvão de 1978 a 1989 e de 2002 a 2007.

Segundo Léo, o corpo de Mandelli será sepultado em Salvador.

Fonte: http://www.clicrbs.com.br/pioneiro/rs/plantao/10,3078883,Maestro-Pedro-Paulo-Man

Fotos do Maestro:

 

2 comentários:

  1. Seguramente a Banda Marcial Cristóvão de Mendoza deve muito a ele.
    Bernardete

    ResponderExcluir
  2. Seguramente a Cidade de Caxias do Sul deve muito a ele.

    ResponderExcluir